Agenda

03/08/2017

03/08 – Usina da Música com Titá Moura

Cantor e compositor paraibano, Titá Moura atua como profissional da música há cerca de dezenove anos. Iniciou sua carreira no final da década de 90 como crooner de bandas de baile da cidade a exemplo das bandas Tentação e Anjos e Demônios. Entre os anos de 2007 e 2008 começou um movimento de aproximação e inserção na cena musical autoral de João Pessoa, integrando bandas como Zabumbeat e Arapuca, projetos nos quais oportunizou e aflorou os primeiros exercícios como compositor.
Ainda em 2008 participou dos primeiros festivais como autor e intérprete, da Mostra SESC de Música Paraibana onde estreou como finalista e do 1º FUMUCA(Festival de música e artes da UFPB) no qual foi premiado com o terceiro lugar com a canção “Mundo Cão”.
Participou de outras edições da Mostra SESC de Música Paraibana:, 2010, 2011 e 2013, em todas elas com músicas selecionadas para as discografias das mostras.
Em 2012 foi selecionado no Edital do Fundo Municipal de Cultura de João Pessoa, para a gravação de seu primeiro CD Cantos pra se dançar de azul.
No mesmo ano, realizou shows na Paraíba e Ceará com patrocínio do Banco do Nordeste do Brasil – BNB Cultural.
Em 2013, participou como intérprete da música Costume do Sertão, de Edilson Parra, em eliminatória do Forró Fest 2013, promovido pela TV Cabo Branco, afiliada da Rede Globo na Paraíba. Em 2013 ainda, Tiago engajou-se na Caravana Aguaceira, movimento político cultural que realizou shows, debates e intervenções públicas em cidades do sertão e do brejo paraibano com o objetivo de mobilizar a sociedade e os poderes para a reflexão e reinvidicação coletiva acerca da problemática da seca no semi-árido. O Coletivo Aguaceira integrou artistas como: Escurinho, Adeildo Vieira, Gláucia Lima, Pertnaz, Jorge Negão, entre outros.
No final de 2015, vislumbrando os processos de gravação e difusão de seu primeiro disco(Cantos pra Se Dançar de Azul, Lançamento 2017, 2° semestre), entre outras razões identitárias, rebatizou-se artisticamente de Titá Moura, suprimindo seu nome civil “Tiago”, como era conhecido na cena Paraibana. Desde então vem realizando shows em várias casas do chamado circuito alternativo de João Pessoa e outros centros do nordeste.
Em 2015, ainda, teve a canção “STATUS QUO”, de sua autoria, contemplada no edital MUSIC FROM PARAÍBA, promovido pela FUNDAÇÃO ESPAÇO CULTURAL, órgão de cultura do governo estadual da Paraíba. O mesmo edital ainda promoveu a realização do seu show, “Cantos pra se dançar de azul”, no teatro de Arena do Espaço Cultural em abril deste ano. Há alguns anos, além de sua carreira solo, Titá Moura também se dedica a outros dois projetos nos quais atua como vocalista, compositor e percussionista: A banda Caburé que desenvolve sonoridades inspiradas nas expressões afrolatinas, e o grupo instrumental Alamiré, no qual desempenha um papel musical diferenciado, como intérprete de vocalizações sem a palavra, explorando vocalizes, improvisos, timbres e outras possibilidades com a voz, em um exercício de execução da linguagem vocal sem os códigos da semântica.
Em 2017 Titá Moura lançou seu primeiro Trabalho de destaque, o webclip da canção Nêga, produzido no Sitío Angelim Estúdio(João Pessoa/PB).

DISCOGRAFIA
• Albúm “Cantos pra se dançar de azul” – Titá Moura(2013 a 2017); em fase de masterização no Classic Master(SP); Captação e mixagem realizada no
Peixe Boi Estúdio – João Pessoa/PB);
• Albúm “Apesar Com Tudo” – Alamiré(Em fase de captação no Peixe-Boi Estúdio. 2016/2017;
• Ep “Caburé” – Em fase de captação na Produtora Gota Sonora – João Pessoa/PB. 2016/2017
• Albúm Meu Quintal(Nara Limeira e Naldinho Braga), como intérprete da música Pedra Maliciosa – gravado no Estúdio Gota Sonora(2014);
• Back vocal do CD Africá de Mim, do cantor e compositor Adeildo Vieira/Peixe-Boi Estudio(2015);
• CD da Mostra SESC de Música Paraibana, música Jóia Falsa (Tiago Moura e Acilino Madeira)/ SG Studio- 2011;
• CD Demo Pé de Calçada, com cinco músicas de sua autoria, produzido no “Photograma Áudio e Arte” – 2010;
• CD da Mostra SESC de Música Paraibana, música Ame à sua maneira de amar, de sua autoria – SG Studio-2009;
• CD Todos do mesmo lado, do compositor Naldinho Braga, como intérprete da música Meu Cheiro – Peixe-Boi Studio- 2009

O show acontece no Café da Usina.

Fonte: http://www.diadamusica.com.br/titamoura