Agenda

06/02/2018

06/02 – Usina da Música com Rinah Souto

Rinah de Araújo Souto começou sua relação com a música ainda na infância através da voz de sua mãe e da avó que cantavam muito para a menina. Desde criança já gostava de ouvir música e cantar junto.

A cantora paraibana Rinah, radicada em São Paulo, tem entre suas influências artistas como Jane Duboc, Djavan, Nana Caymmi, Gláucia Lima, Soraia Bandeira, Luciana Souza, Joyce Moreno, Leila Pinheiro, Adeildo Vieira e Dori Caymmi.

De 2006 a 2009 foi vocalista da banda de reggae Lírios do Gueto. Além de Rinah, o grupo era formado por Lucy Alves (baixo e vocal), Débora Carvalho (teclado e vocal), Fabiane Fernandes (guitarra), Lizete Alves (flauta e vocal), Italan Carneiro (bateria) e Francisco Neto (percussão). No repertório havia influências de Bob Marley e músicas de O Rappa, Vibrações Rasta, Natiruts e Ponto de Equilíbrio, assim como canções de Gilberto Gil e Dominguinhos.

Ainda em 2009, integrou o grupo Só Coisa Fina, junto com Lucy Alves. A banda tocava músicas sofisticadas da MPB, do samba e do chorinho com toques de temperos regionais. Naquele ano, abriram um show de Gilberto Gil realizado na Praia do Jacaré, em Cabedelo, na Paraíba.

Nos anos de 2011 a 2012 participou do projeto Novos Compositores. A iniciativa partiu de um grupo de músicos e compositores atuantes na cena da capital, com o propósito de divulgar seus trabalhos com shows autorais. Os ritmos eram ecléticos e contavam com a personalidade de cada músico. Faziam parte do conjunto Nido Fernandes, Matheus Andrade, Toni Silva, Dennis Bulhões e Rinah com seu talento para o samba.

Em carreira solo desde 2012, a cantora paraibana se apresentou no Estação do Som, no Ponto de Cem Réis naquele mesmo ano, abrindo o show de Luiz Melodia. Em 2013, na Usina Cultura Energisa levou o show “Asa Ritmada”.

No ano de 2014 voltou a Usina Cultura Energisa com o espetáculo “A Menina e a Mãe D’Água: Rinah Canta Dorival Caymmi, em homenagem ao centenário do músico baiano. Em 2016 cantou no Museu da Casa Brasileira, dentro da programação do Mercado Manual, em São Paulo.

Rinah participou da gravação de faixas dos álbuns de músicos como Escurinho (O Princípio Básico), Xisto Medeiros (Minguante Seja), Titá Moura (Torso Rubro), Manu Cavalaro (Diminuta), Chico Limeira, Mutinho, Filpo Ribeiro e a Feira do Rolo.

Formada em Letras, a literatura também a influencia como cantora pela força da palavra. “As canções nos trazem histórias. E quando interpreto procuro estar bem atenta a isso”, contou Rinah. Através do seu canto procura se conectar com o mundo e com as pessoas.

Outra paixão da artista é a dança. Ainda criança teve aulas de ballet clássico com José Enoch. Depois fez aulas de jazz com Marcos Brandão, na Escola Fazendo Arte.

Rinah Souto trabalha como arte-educadora, professora e cantora. Além disso, é contadora de histórias, grava jingles e spots.