Agenda

08/03/2018

08/03 – Artes Plásticas | Vernissage do Artista Mirabeau Menezes com a exposição ‘Em órbita’

A Usina Cultural Energisa apresenta: Vernissage do artista plástico Mirabeau Menezes com a exposição ‘Em órbita’. A exposição ficará aberta ao público até o dia 31 de março de 2018.

Em órbita, por Edivaldo Luiz Álvares

Mirabeau Menezes iniciou nos anos 1980, quando chega à cidade grande São Paulo indo se estabelecer no ABC. Tive o prazer de conhecê-lo empunhando no seu coração uma bandeira paraibana, de João Pessoa, sendo autodidata na arte, mas conhecendo artistas como João Câmara, Flávio Tavares, Miguel dos Santos, Siron Franco entre outros. Nos tornamos amigos e participamos de várias exposições e salões de arte, eventos culturais e artísticos no ABC e em São Paulo. Jovens que éramos, vivíamos correndo pelo amor à arte. Eu, trabalhando e estudando na Faculdade de Belas Artes em São Paulo. Hoje, professor. Participamos dos movimentos da arte moderna brasileira, época das “Diretas Já”. Pinturas em murais, Art Brut, e aí a transgressão da arte do grafite em São Paulo junto com Alex Vallauri na Bienal de São Paulo. “A trama do gosto” que marcou a geração do grafite no Brasil.
Frequentamos muitas exposições, conhecendo obras, artistas e fazendo amigos. Mirabeau tornou-se um artista premiado em salões de arte em diversas cidades do interior de São Paulo. Sempre expressava saudades da sua terra e trazia consigo outros conhecimentos e enriquecimentos culturais e intelectuais.
Sua arte sempre teve um cunho expressivo tanto na aquarela, bico de pena ou óleo sobre tela, além de esculturas, pintura (acrílica sobre tela) e diversas outras técnicas. Sua produção em São Paulo foi grandiosa, marcou seu estilo próprio em harmonia, cores e formas com uma composição em transparências de cores entre luz e sombra.
A arte de Mirabeau nos faz criar um imaginário de uma forma singela e criativa de deuses egípcios com vestuários criados por ele dando a entender que o artista mostra maturidade naquilo que faz, no conhecimento dos traços da grandiosidade dos artistas da Semana de 22, entre outros artistas brasileiros, com traços fortes em seus figurativos de fácil identificação em sua produção.
Em sua trajetória, desde a infância, teve o experimento de várias técnicas nas diversas áreas da arte, e isto enobreceu e valorizou o seu trabalho figurativo, abstrato e nos painéis cerâmicos tridimensionais.
Hoje, nesta exposição individual (óleo sobre tela) “Em Órbita”, ele mostra ser um dos grandes artistas da arte brasileira.

Currículo do artista
Mirabeau Menezes (Mirabeau de Menezes Pontes) nasceu em João Pessoa, Paraíba, 1964, onde vive e trabalha. É artista visual. Autodidata.
Principais exposições individuais: Clube Piratininga (São Paulo, 1985); Espaço Cultural Sambra (São Paulo, 1985); Oficina Literária (João Pessoa, 1985); Galeria Athaendy (João Pessoa, 1987); Amaral Galeria de Arte (Uberaba-MG, 1991); Escritório de Arte Suzete Forte (João Pessoa, 1991); Galeria Belas Artes (João Pessoa, 1994); Área de Integração Cultural (TRT, João Pessoa, 1996 e 2000); Soneto das Cores (Galeria Gamela, João Pessoa, 1998); Infinitamente (Galeria Gamela, 2003); Junta da Freguesia de Ovar (Ovar/Portugal, 2003 e 2004); Museu Bernardino Machado (Famalicão/Portugal, 2004); Museu de Ovar (Ovar, 2006); Veredas (Centro Cultural Cobrás, João Pessoa, 2006); Falal (Espaço Cultural Bonfim, João Pessoa, 2007); Louro & Canela Galeria de Arte, João Pessoa, 2008); Senado Federal (Brasília-DF, 2008); Cidade do Porto em Portugal Galeria LARTE (Porto/Portugal, 2013).
Principais exposições coletivas: Salão Cabo Branco – Orla Marítima (Galeria Gamela, 1983); I LeiloArte (Clube Ástrea, João Pessoa, 1983); Galeria Gamela (João Pessoa, 1983); Artistas paraibanos (Guarabira-PB, 1983); XI Salão Nacional de Artes Plásticas Benedito Calixto – Prêmio (Itanhaém-SP, 1985); XVI Salão Ararense de Artes Plásticas (Araras-SP, 1985); I Salão Regional da Grande São Paulo – Prêmio (Diadema-SP, 1985); II Prêmio Pirelli Pintura Jovem (São Paulo, 1985); V Salão de Arte Contemporânea de São José dos Campos (1985); XII Salão Limeirense de Arte Contemporânea (1985); VI Salão Nacional de Artes Plásticas – Mostra Norte-Nordeste (Funesc, 1986); I e II Arte Atual Paraibana (Funesc, 1988 e 1990); Bicho voante (Cajazeiras-PB, 1991); Coletiva Iris Verde (João Pessoa, 1993) VII SAMAP (João Pessoa, 1994); Futebol: Paixão e Arte do Povo Brasileiro (Galeria Archidy Picado, 1997); Museu da Pampulha (Belo Horizonte-MG, 2003); Casa do Brasil (Madri/Espanha, 2003); Canning House Gallery (Londres/Inglaterra, 2003); Artistas Paraibanos (Estação Cabo Branco, João Pessoa, 2008); Artistas Brasileiros (Senado Federal, Brasília, 2008); Centro Cultural dos Correios (São Paulo, 2013); Salão de Arte de Limeira (São Paulo, 2014); Salão de Arte de Osasco (São Paulo, 2014); Galeria Artbrasileira (Flórida, EUA, 2014); Salão de Arte de Ribeirão Preto (São Paulo, 2015).