Agenda

21/12/2016

Lançamento do 14º livro, da Coleção Primeira Leitura, de Conselheiro Henriques em Quadrinhos

EDIÇÃO HISTÓRICA

Esta é uma edição histórica da coleção 
infantojuvenil Primeira Leitura, da Patmos Editora. 
E ela entra para a história da coleção por ser a 
primeira a não contar com a leitura do editor 
Carlos Roberto de Oliveira, que deu adeus ao 
nosso convívio e partiu inesperadamente para 
conviver junto ao "Chefe", como costumava se 
referir a Deus. Deixou-nos órfãos, funcionários e 
colaboradores da Patmos, que perdemos o mentor, 
o executivo e principal incentivador do catálogo de 
títulos que em pouquíssimo tempo colocou nossa 
editora em evidência no mercado local e regional 
de livros.
A Primeira Leitura é invenção dele. Em suas 
próprias palavras, tem a coleção o objetivo de 
"levar às crianças, aquelas que iniciam a 
caminhada do saber, informações sobre a vida de 
brasileiros, com especial atenção aos paraibanos 
que construíram ou constroem o mundo cultural 
de nossa terra e de nossa gente". Isto através das 
histórias em quadrinhos, "via de acesso, de fácil 
compreensão ao diversificado mundo de 
escritores, músicos, artistas plásticos, atores que 
formam um arco-íris de encantamentos para 
mentes e corações".
A presente edição, a décima-quarta da série, 
dá continuidade ao que preconizou Carlos 
Roberto, abrindo espaço para as cores da vida do 
paraibano Antônio José Henriques, Deputado 
Provincial, Deputado Geral, Presidente das 
províncias de São Paulo e da Parahyba do Norte e 
Conselheiro do Imperador Pedro II. Confessamos: 
não foi fácil imprimir este novo título da Patmos 
sem o concurso do nosso saudoso editor. Mas 
haveremos de manter o seu legado, preservando a 
Primeira Leitura como símbolo de uma iniciativa 
editorial que conquistou a simpatia, a admiração e 
o respeito de pessoas de todas as idades, na 
Paraíba e em outros Estados.

Equipe Patmos Editora

APRESENTAÇÃO

A nossa história com o Conselheiro Antônio José Henriques começou em
2006, quando tive a oportunidade de empreender num dos mais belos
imóveis do Centro Histórico de João Pessoa: o simbólico casarão da
Rua Duque de Caxias, 81. Na ocasião, decidimos batizar a significativa
edificação como Solar do Conselheiro - residência dos Henriques,
família de portugueses, no século XVI. 

As lacunas sobre quem tinha ocupado o bonito casarão nos levaram a
buscar mais dados sobre o político paraibano. Não havia registros mais
densos sobre tão emblemática figura.
 Fomos ao Rio de Janeiro e a São Paulo, consultamos obras de
historiadores e, naturalmente, a família. O Conselheiro Henriques foi
um homem com singularidades e qualidades: político justo, reto, que
representou a Paraíba na Câmara Geral, foi Conselheiro do Imperador
Pedro II, presidente das províncias de São Paulo e da Parahyba do
Norte, além de ocupar outras funções importantes no Império.
 Ao ser convidado para assinar este trabalho pelo saudoso Carlos Roberto
de Oliveira - a quem dedico a maior das gratidões pela oportunidade -,
percebi finalmente a admiração e os fortes laços que criei com essa
figura ilustre de nossa terra. Registro também meu agradecimento a dois
colaboradores neste projeto: Angélica Lúcio e Rodolfo Oliveira.
 Esta iniciativa da Editora Patmos e da Energisa chancela o resgate da
trajetória brilhante de um paraibano que, decididamente, não estará
mais perdido no tempo a partir da presente publicação. 

Gerardo Rabello 

GERARDO RABELLO 

Nasceu em João Pessoa, no 
icônico bairro do Miramar. É 
graduado em Direito pela 
Universidade Federal da Paraíba 
(UFPB) e atua como Defensor 
Público do mesmo Estado. É 
profissional de mídia do Sistema 
Correio de Comunicação, onde é editor da revista 
Premium, assina coluna social e apresenta 
programas de televisão diários. Também lidera 
movimentado site e realiza eventos vips na 
Capital paraibana. Além disso, teve participação 
destacada na revitalização do Centro Histórico de 
João Pessoa, ao restaurar o imóvel onde nasceram 
dois importantes personagens da política 
paraibana: o Conselheiro Antônio José Henriques 
e o governador republicano Venâncio Neiva. 

VAL FONSECA 

Paraibano de João Pessoa, é 
graduado pela UFPB em Educação 
Artística, com habilitação em Arte 
Visual. Ilustrador e quadrinista, 
iniciou em 2013 a publicação, no 
jornal A União, da série de tiras 
semanais Árvores, editadas em 
quadrinhos em 2014. No mesmo ano, lançou a série 
Augusto & Eu. Ainda em 2013, participou das 
coletâneas em quadrinhos AQC 100 Vezes(da 
Associação dos Quadrinistas e Caricaturistas do 
Estado de SP) e Sanitário 02 - Grandes Monstros da 
Humanidade(PB) do extinto Coletivo WC. Disputou o 
Prêmio Literário Augusto dos Anjos - Edições 
FUNESC 2013. Foi contemplado em exposições e 
salões de arte do SESC-PB. Terceiro colocado no 
Salão de Humor José Lins do Rego 2013, também foi 
premiado, em 2014, com as tiras de Augusto & Eu. 
Ilustrou o livro José Américo de Almeida em 
Quadrinhos,da Coleção Primeira Leitura, em 2015.